NOTÍCIAS

FIQUE POR DENTRO DO MUNDO DAS PISCINAS

Idosos investem na natação para ter mais saúde e felicidade




 
Estar com o corpo em movimento é importante, e na terceira idade é mais importante ainda. Às vezes parece difícil estar ativo, mas quando é possível praticar seu esporte favorito ao lado de sua pessoa favorita, fica tudo perfeito. Assim é a rotina de Marivalma, 66, e Agnaldo Gomes, 67. O casal treina juntos na Escola de natação do Sesc, três vezes por semana e, recentemente, até ganharam medalhas na competição que participaram.
 
“Sou fã de água, e quando eu estou nadando esqueço do mundo”. Essa frase é de Marivalma Gomes, que é apaixonada por natação. Ela e o marido, Agnaldo Oliveira Gomes costumavam nadar na Vila Olímpica de Manaus, até que um dia a piscina foi interditada.  “Treinávamos até junho de 2015, mas, depois que começou a reforma da piscina, nós ficamos parados, sem fazer esporte nenhum”, disse Agnaldo. O casal que está na terceira idade e que levava uma vida ativa, tornou-se sedentário.
 
Foi quando os filhos do casal começaram a incentivá-los a voltar a fazer atividade física. “Nossos filhos Agnaldo Júnior, Viviane e Jéssica sempre insistiam para que voltássemos, mas faltava uma atitude nossa, encontrar o lugar certo, e a iniciativa para recomeçar”, lembra Agnaldo Gomes. E, há cerca de dois meses, os dois recomeçaram a nadar, três vezes por semana, na escola de natação do SESC, Zona Centro-Oeste de Manaus. “Eu precisava do empurrãozinho da família, porque ficava reticente”, disse ele.
 
O RETORNO AO ESPORTE
 
O casal voltou para a piscina e gostou. “Os professores são muito dedicados e nos incentivam bastante; os colegas são legais, é uma turma boa. No nosso horário tem gente de 16 até 70 anos, mas cada um nada no seu limite”, disse Agnaldo. “Hoje me sinto bem melhor, adoro nadar, e estou mais disposta”, disse Marivalma.
 
Marivalma também tem gostado bastante de ter voltado aos treinos de natação. “Eu pensava que não daria certo, mas deu. Além de aprendermos a nadar, também fizemos amigos. Estamos gostando muito porque os professores fazem seu trabalho de forma cuidadosa, têm paciência para nos ensinar as técnicas do nado. Outra coisa legal foi que fizemos amigos, e todo mês fazemos uma confraternização”, disse ela.
 
Apesar de gostarem de nadar, nem sempre é fácil ser assíduo aos treinos. “Às vezes, as dores no corpo e o nosso clima muito quente podem atrapalhar um pouco, mas temos gostado bastante de nadar. Não podemos parar para não enferrujar os músculos”, disse Agnaldo.
 
Mas Agnaldo e Marivalma não estão simplesmente nadando, eles nadam e já participam até de competição. No torneio interno do Sesc, realizado no último sábado (19), o casal não só nadou e se divertiu entre amigos, mas também faturou medalhas. Agnaldo ganhou uma medalha de ouro e Marivalma, de bronze, na categoria para pessoas acima de 60 anos, da prova 25 metros nado livre. “As competições são legais, competimos com colegas da nossa faixa etária, e foi bacana até para nos entrosarmos mais, então, é uma confraternização”, disse Agnaldo.
 
Marivalma estava nervosa para a competição. “O nervosismo estava tomando conta, mas meus filhos e, principalmente, os nossos professores Leonardo e Anne Botelho nos incentivaram bastante a ir competir, e foi muito bom”, disse ela.
 
O filho dos dois, Agnaldo Júnior, relatou a felicidade de ver seus pais, idosos, fazendo esporte e competindo. “Foi emocionante! O casal 20 que já nos dá tantos motivos para sermos felizes, agora, arrebentou. Eles pularam na piscina para provar que o esporte só traz coisas boas”.
 
Fonte: acritica.com